Margarida Fernandes

O meu Blog

O MAU-OLHADO, INVEJAS, QUEBRANTO…

Costuma dizer-se que “não se pode ter uma camisa lavada sem que haja alguém a ter inveja”. Não pense que é preciso ter um grande carro, uma grande casa ou roupas de marca para se ser o alvo da inveja alheia. Por vezes basta ser bonito/a ou simplesmente: ser feliz.

Como é que isso se reflecte na vida da “vítima”?

A inveja, o chamado “mau-olhado” ou “quebranto” pode provocar os seus efeitos das mais variadas formas, mas que se resume a ter a vida enguiçada. Reflecte-se nas grandes como nas pequenas coisas do quotidiano: é naquele vestido bem bonitinho e acabadinho de comprar que a transforma numa Deusa, mas no qual inadvertidamente caiu uma nódoa (daquelas que não saiem, claro!); é no carro que não pega ou na luz que se funde, vai-se lá saber como… enfim, aquelas coisas que tornam o quotidiano numa série de coincidências desastrosas e esgotantes! As crianças, que são mais frágeis e vulneráveis, podem mesmo ficar tristonhas ou doentes sem razão aparente.

Por Taróloga Margarida FernandesAconselhamentos e Cursos de Tarot presenciais em Quinta do Conde, por telefone e online para Todo o Mundo - tarot.online2011@gmail.com
Aceda e Subscreva o Canal de Tarot Online de Margarida Fernandes:
https://www.youtube.com/tarologamargarida
Descarregue a Aplicação da Taróloga Margarida Fernandes para o seu ANDROID GRÁTIS:
https://play.google.com/store/apps/details?id=com.tarloga.margarida.fernandes
Saiba mais pelo site: www.tarologamargaridafernandes.com
Facebook: www.facebook.com/tarologacartomantemargaridafernandes

Margarida Fernandes

Taróloga

Sou Taróloga há mais de 20 anos e tenho a Missão de ajudar a encontrar e orientar o caminho de quem me procura, através do Tarot, da Cartomancia e da Quirologia - Leitura de Mãos.

Ver todos os artigos

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

MUDE HOJE MESMO A SUA VIDA

Está preparado para mudar de vida e descobrir a felicidade e a plenitude?